Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Educação no Ar

Professora usa poesia como arma para combater prática de bullying em escola do Distrito Federal

  • Quinta-feira, 14 de junho de 2018, 09h37


A poesia foi a arma encontrada pela professora da rede pública do Distrito Federal Raquel Alves para combater o bullying, atos de intimidação ou discriminação eventualmente presentes no ambiente escolar. A iniciativa rendeu à professora o Prêmio Professores do Brasil 2017. Para contar essa história, ela é a convidada do programa Educação no Ar desta semana, que estreia nesta quinta-feira, 14, às 9h45, na TV NBR.

A docente também foi convidada pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para falar sobre seu projeto no 15º Encontro do Plano Nacional do Livro Didático (PNDL). “Esse projeto foi muito importante na minha vida”, afirma Raquel, que teve como uma das premiações uma viagem para conhecer a educação na Irlanda.

Raquel, professora do Centro Educacional Gesner Teixeira, de Planaltina (DF) idealizou o projeto quando observou que na sala de aula havia alunos de região mais elitizada da cidade que faziam piadas e ridicularizavam colegas que moravam na periferia. Ela então propôs que os alunos escrevessem sobre o tema Pequenas Alegrias no Lugar em que Vivo.

“No primeiro momento, a ideia não foi muito bem aceita. Os alunos que moravam no Entorno achavam que não tinham o que falar do lugar onde viviam”, relata Raquel.

Com o tema, a professora conseguiu reunir grupos que mesclavam alunos da capital com os das cidades vizinhas do estado de Goiás, e que, de acordo com ela, acabaram se ajudando na elaboração de rimas, o que ajudou a derrubar preconceitos e reduzir a prática de bullying entre os colegas.

Raquel defende que as escolas não podem ficar omissas em relação à prática do bullying, que na opinião dela é um dos maiores problemas das instituições de ensino do Brasil. “Eu acredito que nós, professores, precisamos desenvolver algum tipo de projeto que incentive o respeito e a solidariedade. Trabalhar com valores vai nos permitir combater o bullying nas escolas”, destaca a professora.

Confira os horários de transmissão do programa Educação no Ar

Assessoria de Comunicação Social

 

Assunto(s): bullying , Educação no Ar
X
Fim do conteúdo da página