Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Rede de Evidências

Nova estratégia do MEC apoiará pesquisas sobre educação e ajudará gestores a tomar decisões

  • Sexta-feira, 13 de julho de 2018, 18h26

Com o objetivo de avaliar e garantir a efetividade dos programas e políticas públicas para a educação no país, o ministro da Educação, Rossieli Soares, apresentou nesta sexta-feira, 13 de julho, na sede do Ministério, em Brasília, a Rede de Evidências. Trata-se de uma estratégia que, por meio do uso da pesquisa acadêmica e a realização de avaliações contínuas, vai construir um acervo para ajudar gestores educacionais na tomada de decisões e na resolução de problemas específicos de cada escola.

A primeira reunião do grupo de trabalho contou com a presença de especialistas e representantes de 20 entidades ligadas à educação. A Rede de Evidências também fornecerá a pesquisadores acadêmicos, que produzem estudos na área de políticas educacionais, dados oficiais do MEC sobre avaliações anteriormente realizadas.

O ministro discutiu a nova estratégia durante primeira reunião do grupo de trabalho (Foto: Mariana Leal/MEC)De acordo com Rossieli, a Rede permitirá tomadas de decisões mais concretas e com maior chance de acertos. “Se você conseguir construir um modelo que tem avaliação de impacto, de algo que consigamos testar, gerando evidências de que aquilo funciona, você vai acertar mais no processo de decisão”, afirmou o ministro.

A conclusão desse trabalho também pretende ajudar o MEC a melhorar os programas voltados para a qualidade do ensino no país.

O cronograma da implementação da Rede de Evidencias será divulgado em breve. O MEC segue ouvindo especialistas e buscando parceria com pesquisadores.

Assessoria de Comunicação Social

X
Fim do conteúdo da página